Temporada de Caça

Eu não lia sinopses até pouco tempo atrás. Aí um belo dia resolvi dar uma olhada em uma e ela era tão absurda que comecei a ler outras com mais frequência. Provavelmente para me certificar de que os redatores moram em outro planeta ou veem outro filme que não o anunciado. Pois em Temporada de Caça é quase isso.

“Um guia de caça respeitado na Patagônia terá que lidar com algo totalmente inesperado: os problemas educacionais de seu filho, recentemente expulso da escola. Em um ambiente selvagem, ele decide colocar o menino para aprender a respeitar a natureza e, com isso, respeitar as relações humanas.”

Resultado de imagem para temporada de caça lautaro bettoni

É bem verdade que o texto acima não está fora do argumento geral e que realmente acontece. Mas, definitivamente não é disso que o filme trata.

Ele é sobre paternidade e sobre a adolescência, essa difícil fase em que todo adulto já passou. É uma obra complexa apesar de simples. A simplicidade se dá na forma como é dirigido, filmado e editado. A complexidade porque explora sentimentos difíceis, como todos eles são. 

Gerações

A rigidez de conduta versus a rebeldia muito devido a uma explosão de hormônios é o verdadeiro mote do longa. E isso é muito bem explorado. Muito legal, inclusive, como “exemplo”, principalmente pra mim que sou pai de adolescente.

É filmado na patagônia Argentina e o protagonista interpretado por Lautaro Bettoni tem um grande futuro pela frente. O menino é um excelente ator. Não esqueçam desse nome.

Enfim, mais uma oportunidade que o cinema Argentino nos oferece, confirmando aquilo que já se sabe de antemão: é um dos melhores do planeta.

Está no Netflix.


Quer ajudar o Partiu Cinema?


www.000webhost.com