Perigo na Montanha

Perigo na Montanha é igual a centena de milhares de outros filmes do gênero. Não que isso seja uma coisa ruim, até porque, basta pensarmos nos motivos que fez tanta gente produzir esse tipo de cinema, e concluiremos que algo deve ter de bom. Caso contrário, não teria tanto do mesmo.

Resultado de imagem para perigo na montanha

Eis um resumo: Joe (o mocinho) viaja até sua cabana nas montanhas para passar um final de semana com o pai, Linden (velho problemático). Mas o que os dois não sabem é que Charlotte (criança inocente), a filha de Joe, viajou escondida na caminhonete e que um grupo de traficantes guardou na casa uma bolsa com drogas. Assim, Joe terá de fazer de tudo para proteger sua família dos bandidos maus e fortemente armados.

Não é extremamente familiar?

Sabichão

E o mocinho tem um “que” de Magaiver (lembram?). Ele atira flechas incendiando, faz armadilhas com cordas, queima os bandidos com ferro quente no pescoço, tudo, assim, de improviso e em questão de segundos.

No mais, os cenários são desbundantes, principalmente para os amantes de frio e de montanha. O longa é todo filmada em uma zona nevada no norte do Estados Unidos, na fronteira com o Canadá.

O elenco não decepciona, e, confesso, até agrada. A montagem é tranquila e a sonorização dentro de um padrão aceitável.

Enfim, é um filme médio sobre um tema batido com pouca ou nenhuma novidade. 

Caso não seja um cinéfilo de carteirinha, não veja. Certamente você tem filmes muito mais interessantes para ver. Sugestões aqui nas Indicações do Partiu Cinema. 

Está no Telecine.


Quer ajudar o Partiu Cinema?


www.000webhost.com