First They Killed My Father

First They Killed My Father, ou, Primeiro Eles Mataram Meu Pai. Mas o nome está sem tradução, em inglês mesmo.

First They Killed My Father é um filme de drama cambojo-estadunidense de 2017 dirigido e coescrito por Angelina Jolie, com roteiro baseado no livro autobiográfico homônimo de Loung Ung. Foi selecionado como representante do Camboja ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2018 e é uma produção Netflix. Definitivamente perdi o preconceito.

Imagem relacionada

Um pouco de história: Em 1975 o regime comunista do Khmer Vermelho assume o controle da capital do país, Phnom Penh. Khmer Vermelho foi o nome dado aos seguidores do Partido Comunista da Kampuchea, partido governante no Camboja de 1975 a 1979, liderado por Pol Po e Khieu Samphan. O regime liderado pelo Khmer Vermelho de 1975 a 1979 foi conhecido como Kampuchea Democrático e foi o responsável por um dos mais terríveis genocídios da nossa história.

Guerra: sempre ela

First They Killed My Father ocorre nesta fase. A pequena Loung Ung (Sareum Srey Moch) é obrigada a deixar para trás sua casa e seguir com a família para o interior. Num campo de trabalho forçado ela convive diariamente com o horror, a fome, o medo e a ameaça de separação dos pais e irmãos. 

Basicamente é isso. É um soco no estômago porque é baseado em fatos. Ocorreu mesmo e não muito tempo atrás.

Falando simplesmente de cinema, é um longa bem feito com alguns toques artísticos bastante inusitados. A protagonista, uma menina adorável, tem futuro garantido no cinema. Basta querer.

Enfim, até para vermos do que somos capaz de fazer, vejam.

Está no Netflix.


Quer ajudar o Partiu Cinema?


www.000webhost.com